Trabalhe conosco Primeira empresa do ramo certificada com a ISO 9001:2015 Trabalhe conosco
Existem vários caminhos
para o seu negócio. Para nós,
só existe o caminho certo.

Vidas Úteis

A avaliação da vida útil de bens de acordo com o tipo e espécie, segue três pontos base:

1 – A análise da vida útil máxima estatística da espécie.

2 – Utilização das tabelas reconhecidas.

3 – Utilização do Banco de Dados da CONTROLE AVALIAÇÃO DE ATIVOS Avaliações.

Para determinar a vida útil de cada bem aplicamos o seguinte método:

  • Os bens e incorporações das espécies recebem a vida útil remanescente proporcional à probabilidade da vida útil na idade atual. A vida remanescente segue a equação da probabilidade exponencial, que apresenta a vantagem de não necessitar de histórico.
  • Bens reformados são tratados de forma diferente. Na data da reforma, a vida útil remanescente máxima é metade da vida útil do tipo ou da espécie.
  • Bens com vida remanescente inferior a um ano são depreciados totais de seu valor residual até final do ano subsequente ao ano vigente.

Para revisão da vida útil das espécies aplicamos o seguinte método:

  • Comparação da base anterior com a base que está sendo revisada.
  • Decréscimo da diferença da data base anterior para a data base da revisão, caso não tenha ocorrido alterações significativas de vida útil na espécie que está sendo analisada.
  • Utilização das tabelas consagradas.
  • Utilização do Banco de Dados da CONTROLE AVALIAÇÃO DE ATIVOS Avaliações.
  • Bens reformados são tratados diferenciadamente. Na data da reforma, a vida útil remanescente máxima é metade da vida útil da espécie.